Elton John e James Taylor fazem shoiw em SP (Foto: Marcelo Brandt / G1)

Elton John anuncia aposentadoria e diz que não fará mais turnês

Elton John anunciou sua aposentadoria das turnês mundiais após 50 anos de carreira. Em evento para jornalistas, em Nova York, nesta quarta-feira (24), o cantor disse que não fará mais shows pelo mundo após uma longa turnê de despedida prevista para terminar em 2021.

Ao ser perguntado se havia chance de ele retornar, ele foi direto. "Eu não sou a Cher. Eu tenho 71 anos. Eu não posso fisicamente viajar mais. Eu quero ficar em casa. Eu quero ficar um tempo com meus filhos em casa. Eu tive uma vida incrível, mas a vida sempre muda".

"Não quero sair de cena como um gemido, quero sair como um estrondo. Estes últimos shows serão os mais fantásticos que já fiz", garantiu. A Farewell Yellow Brick Road terá 300 shows.

Esta não foi a primeira vez que ele anunciou sua aposentadoria. Em 1977, durante apresentação em Londres, ele disse que deixaria de tocar ao vivo, mas voltou atrás.

Sete vezes no Brasil
Elton John esteve no Brasil com turnê própria em 1978, 1995, 2009, 2014 e 2017. Ele também foi atração do Rock in Rio em 2011 e 2015.

O cantor já vendeu mais de 250 milhões de discos no mundo todo, é autor de um dos singles em CD mais vendidos da história ("Candle in the wind") e dividiu o palco com John Lennon na última aparição ao vivo do ex-Beatle.

O período entre 1970 e 1976 foi o momento mais fértil na carreira do cantor - foram dez álbuns em sete anos. Todos os álbuns de John entre "Honky château", de 1972 e "Rock of the Westies", de 1975 chegaram ao primeiro lugar nas paradas dos EUA.

Boa parte dos hits da carreira do cantor vêm dessa época, incluindo "Rocket man", "Crocodile rock", "Bennie and the jets" e "Don't let the sun go down on me".

Problemas de saúde

No ano passado, o músico de 71 anos passou duas noites em uma unidade de terapia intensiva e 12 dias internado em um hospital enquanto lutava com uma rara infecção bacteriana contraída durante sua turnê na América do Sul.

Em 2013, o cantor cancelou sua apresentação em Londres para se submeter a uma cirurgia de emergência no apêndice.

Teatro, Oscar e ativismo
John, que declarou ser bissexual em 1976, na década de 1980 tornou-se uma das celebridades gays mais ativistas, chamando a atenção para a luta pela igualdade LGBT.

Ele também ganhou uma fortuna como compositor de musicais, incluindo "O Rei Leão", "Billy Elliot" e "O Diabo Veste Prada". Em 1995, ganhou o Oscar de Canção Original ao lado de seu letrista Tim Rice, com "Can You Feel the Love Tonight", da animação "O Rei Leão".

A revista "Forbes" o classificou, no ano passado, como a 26ª celebridade mais bem paga, tendo lucrado US$ 60 milhões no ano anterior.

Depois de lutar no passado contra o vício e a depressão, o último álbum de estúdio de John, "Wonderful Crazy Night", era mais alegre do que os anteriores. No ano passado, ele lançou uma coletânea de sucessos chamada "Diamonds".

G1
https://g1.globo.com/pop-arte/musica/noticia/elton-john-anuncia-aposentadoria-e-nao-fara-mais-turnes.ghtml

Outras Notícias

Skank promove álbum 'Os três primeiros' com música inédita de Samuel Rosa

Mauro FerreiraNo vindouro álbum ao vivo Os três primeiros, o Skank rebobina os repertórios dos álbuns Skank (1992), C...

Janet Jackson e Cardi B estão entre as atrações do Global Citizen, em Nova York

France PresseA lenda pop Janet Jackson e a estrela do rap em ascensão Cardi B vão liderar o festival Global Citizen, ...

Rolling Stones escolhem canções de seus ídolos do blues em nova coletânea

Agencia EFEOs Rolling Stones fizeram uma seleção das suas músicas de blues favoritas para o álbum "Confessin' The Blu...

Legião Urbana resiste com Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá pela força do repertório e de Renato Russo

Mauro FerreiraBanda que mais personificou o fervor do rock no Brasil dos anos 1980 e 1990, a Legião Urbana está enrai...