Tarantino quer burlar própria regra para dirigir novo Star Trek
17/07/2019 20:15 em Cinema

Ygor Palopoli

Imagine o seguinte cenário: você é um diretor renomado que vem dizendo há anos que iria se aposentar depois de dirigir dez longa-metragens. Seu décimo filme já está quase chegando, mas você talvez esteja meio incerto sobre tudo. O que fazer? Por mais que a situação seja potencialmente hipótetica, o cineasta Quentin Tarantino está passando por uma questão parecida.

 

Após passar muito tempo na mídia circulando a ideia de que comandaria o próximo Star Trek, Quentin parece estar se aproximando cada vez mais de um acordo definitivo para, no mínimo, ser um dos roteiristas do projeto concebido junto a J.J. Abrams. Caso ele seja o diretor do filme, este será seu décimo longa. Mas, durante uma entrevista ao Cinema Blend, ele revelou algumas possíveis brechas. 

"Eu acho que posso encontrar uma brecha, se essa for a ideia. Seria algo como 'Hmmm, eu acho que Star Trek não conta. Eu até poderia fazer Star Trek, mas teria que encerrar com um filme original'. Mas a ideia de fazer 10 não é uma brecha em si. Eu realmente acho que, se eu for fazer Star Trek, eu devo me comprometer com isso. Estamos falando  do meu último filme. Não deveria ter nenhuma enrolação sobre isso. Eu não sei se eu vou fazer isso, mas sei que pode acontecer", falou.

Em resumo, o próprio Tarantino está mais confuso que nós, meros espectadores. Enquanto ele se decide sobre a finalização do seu legado, Era Uma Vez em... Hollywood, estrelando Brad Pitt, Leonardo DiCaprio, Margot Robbie, Kurt Russell, Tim Robbins e Al Pacino, chega aos cinemas brasileiros em 15 de agosto deste ano.

 

Portal MSN

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!